122_4513Jornalismo vai integrar a FALC, juntamente com os cursos de Artes, Letras e Música. Faculdades devem ser implantadas ainda no mês de março

Mylena Fraiha
EJ BRAVA


O Conselho do Centro de Ciências Humanas e Sociais (CCHS) aprovou na quinta-feira, 16, a criação da Faculdade de Artes, Letras e Comunicação (FALC) e da Faculdade de Educação (FACED). A proposta faz parte do projeto de reestruturação do CCHS.

A reestruturação tem sido discutida desde 2013, devido às dificuldades de administrar um centro que possui15 cursos de graduação e 11 programas de pós-graduação. Na gestão do reitor Marcelo Turine, o processo de divisão do CCHS foi reiniciado e será concretizado até 20 de março de 2017. O Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS) também passará pelo mesmo processo de divisão.

Durante a reunião, foram apresentados os projetos de estruturação das novas faculdades. O presidente da Comissão de Estruturação da FALC, professor Mário Luiz Fernandes, apresentou o projeto da nova unidade que será composta pelos cursos de Artes Visuais (Bacharelado e Licenciatura); Letras Português/Inglês (Licenciatura), Letras Português/Espanhol (Licenciatura), Letras Português/Espanhol (Licenciatura – Ensino à distância); Música (Licenciatura); Jornalismo (Bacharelado) e dois programas de pós- graduação: Mestrado em Comunicação e Mestrado em Ciências de Linguagens.

122_4527

Também foram apresentados itens de expansão da nova faculdade, dentre eles a criação do curso de bacharelado em Música, em 2018. O discurso de modernizar e dinamizar a gestão das unidades setoriais da UFMS foi constante na reunião. “Nesse momento cabe o discurso de qual universidade queremos construir para o futuro. Não é a divisão do CCHS, é o fortalecimento da universidade como um todo”, enfatizou Fernandes.

Na reunião do Conselho foi deliberada também a formação da comissão que vai elaborar o projeto da faculdade que reunirá os cursos de História, Filosofia, Ciências Sociais e Psicologia. Para serem criadas e implantadas, as três faculdades propostas ainda precisam da aprovação do Conselho Universitário, o que deve ocorrer na primeira quinzena de março.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *